2a Semana de Arte Moderna Brasil | Brasília

2a Semana de Arte Moderna Brasil

Qual é a programação?

2ª Semana de Arte Moderna do Brasil, acontecerá no Teatro Nacional de Brasília, em fevereiro de 2022. Tendo como objetivo mostrar as novas tendências artísticas do Brasil. O idealizadores deste evento artístico e cultural foram, o bailarino/ator/produtor cultural Negro Val Ramedlav em parceria com Val Seixas Lima. Que buscam dar seguimento a proposta da 1ª Semana de Arte Moderna que aconteceu em 1922. A ideia é proporcionar um diagnóstico e um panorama da arte brasileira atual.
SOBRE A 1ª SEMANA DE ARTE MODERNA
A Semana de Arte Moderna ocorreu no Teatro Municipal de São Paulo, em 1922, tendo como objetivo mostrar as novas tendências artísticas que já vigoravam na Europa. Esta nova forma de expressão não foi compreendida pela elite paulista, que era influenciada pelas formas estéticas europeias mais conservadoras. O idealizador deste evento artístico e cultural foi o pintor Di Cavalcanti.
Arte Moderna
Em um período repleto de agitações, os intelectuais brasileiros se viram em um momento em que precisavam abandonar os valores estéticos antigos, ainda muito apreciados em nosso país, para dar lugar a um novo estilo completamente contrário, e do qual, não se sabia ao certo o rumo a ser seguido.
No Brasil, o descontentamento com o estilo anterior foi bem mais explorado no campo da literatura, com maior ênfase na poesia. Entre os escritores modernistas destacam-se: Oswald de Andrade, Guilherme de Almeida e Manuel Bandeira. Na pintura, destacou-se Anita Malfatti, que realizou a primeira exposição modernista brasileira em 1917. Suas obras, influenciadas pelo cubismo, expressionismo e futurismo, escandalizaram a sociedade da época. Monteiro Lobato não poupou críticas à pintora, contudo, este episódio serviu como incentivo para a realização da Semana de Arte Moderna.
Como foi
A Semana, realizada entre 11 e 18 de fevereiro de 1922, foi a explosão de ideias inovadoras que aboliam por completo a perfeição estética tão apreciada no século XIX. Os artistas brasileiros buscavam uma identidade própria e a liberdade de expressão; com este propósito, experimentavam diferentes caminhos sem definir nenhum padrão. Isto culminou com a incompreensão e com a completa insatisfação de todos que foram assistir a este novo movimento. Logo na abertura, Ronald de Carvalho, ao recitar o poema Os Sapos, escrito por Manuel Bandeira, foi desaprovado pela plateia através de muitas vaias e gritos.
Embora tenha sido alvo de muitas críticas, a Semana de Arte Moderna só foi adquirir sua real importância ao inserir suas ideias ao longo do tempo. O movimento modernista continuou a expandir-se por divulgações através da Revista Antropofágica e da Revista Klaxon, e também pelos seguintes movimentos: Movimento Pau-Brasil, Grupo da Anta, Verde-Amarelismo e pelo Movimento Antropofágico.
Todo novo movimento artístico é uma ruptura com os padrões utilizados pelo anterior, isto vale para todas as formas de expressões, sejam elas através da pintura, literatura, escultura, poesia, etc. Ocorre que nem sempre o novo é bem aceito, isto foi bastante evidente no caso do Modernismo, que, a princípio, chocou por fugir completamente da estética europeia tradicional que influenciava os artistas brasileiros.
"PARA A NOVA VERSÃO ESTAMOS MOBILIZANDO OS/AS ARTISTAS BRASILEIROS/BRASILEIRAS, E CONVOCANDO OS INTERESSADOS/INTERESSADAS.
COMENTEM, E DEMONSTRAREM SEUS INTERESSES, SEI QUE NÃO É UM MOVIMENTO FÁCIL DE ACONTECER, MAS CREDITO QUE POSSA SER UM EXCELENTE MEIO DE NOS PROPORCIONAR EVOLUÇÃO POLÍTICA E SOCIAL, TENDO COMO BANDEIRA A CULTURA BRASILEIRA, UMA DAS NOSSAS MAIORES ARMAS". Negro Val Ramedlav

Quando?

22 de Fevereiro de 2022, Terça-feira, às 13:00h

Onde?

Cláudio Santoro National Theater
Scn Brasília Brasília Brazil

Notícias de eventos em Brasília

Organizador

2ª Semana De Arte Moderna, Brasília

Mais eventos em Brasília